Deputado estadual Ezequiel Ferreira, presidente do parlamento estadual, entendeu o que o eleitor disse nas urnas e destaca que “Estado precisa unir as bandeir - 22/10/2018

Fátima recebe apoio do presidente da Assembleia e de mais 70 câmaras

 Federal eleito Benes Leocádio (esq.), Ezequiel Ferreira (centro) e Fátima (dir.)

 A candidata ao Governo do Estado Fátima Bezerra (PT) recebeu uma série de apoios na reta final de sua campanha. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) e presidentes de 70 câmaras municipais, inclusive a de Natal, presidida pelo vereador Raniere Barbosa (Avante), juntaram-se à petista na disputa contra Carlos Eduardo Alves (PDT).

De acordo com Ezequiel, “o Rio Grande do Norte precisa unir as bandeiras”. “Chega o momento de união de forças, definição e decisão. É preciso empenho das lideranças deste Estado. O projeto é o Rio Grande do Norte unido para superar as dificuldades que necessitam de soluções urgentes”, destacou.

Fátima Bezerra se disse fortalecida com a chegada dos novos apoios. Afirmou que reconhece o ato de apoio de Ezequiel, do conjunto de deputados e lideranças que estavam se juntando ao projeto governamental como o mais importante fato político deste 2º turno. “Ezequiel: este ato de coragem nos estimula nesta reta final. Digo com toda sinceridade: estes apoios somam para a busca de soluções para o Estado. Vamos governar em harmonia, serenidade e enfrentando os problemas”, disse.

Se eleita no próximo dia 28 de outubro, Fátima Bezerra terá apoio de dois senadores: Zenaide Maia e Jean-Paul Prates (que deixará a condição de suplente). A petista, que já tinha três deputados federais (Fernando Mineiro, Natália Bonavides e Rafael Motta), passou a contar com Benes Leocádio, que ainda assegurou o apoio dos recém-eleitos deputados estaduais do seu PTC: Eudiane Macedo e Ubaldo Fernandes.

“Fizemos a opção para, juntos, construirmos a vitória. Existem sentimentos que afloram, principalmente numa campanha como esta. Primeiro o respeito a quem votou em mim; depois a lealdade à liderança de Ezequiel Ferreira, que reconheceu em mim o potencial para ser deputado federal e defender a bandeira da municipalidade em Brasília. E, por fim, saber ouvir o clamor da minha região, que me concedeu mais de 18 mil votos e fez a opção por Fátima Bezerra governadora”, disse Benes Leocádio. Fonte Agora RN.

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12