Projeto Segurança Hídrica será entregue na quarta-feira (25); iniciativa é uma das ações do Programa Raízes, investimento social privado da companhia - 20/07/2018

CPFL Renováveis investe R$ 1,7 milhão e inaugura sistemas de abastecimento de água em comunidades do RN

http://www.imcgrupo.com/i/gabrielaamaral@rp1.com.br/Segurança_Hidrica___imagem180720_103333.jpg

 http://www.imcgrupo.com/i/gabrielaamaral@rp1.com.br/Seguran_Hidrica___imagem_2180720_103556.jpg

 

ão Paulo, julho de 2018 – A CPFL Renováveis, uma das maiores geradoras de energia renovável no Brasil, por meio do Projeto Segurança Hídrica, vai inaugurar na quarta-feira (25) três sistemas produtores de água nas comunidades rurais de Umburana, Queimadas e Florêncio José, nos municípios de João Câmara e São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte. A iniciativa visa a promover o acesso e uso sustentável da água, de modo a contribuir para a convivência com o semiárido a partir da sustentabilidade ambiental e social desses locais.

O objetivo do Projeto Segurança Hídrica é ampliar o acesso a água segura para consumo humano e também para a produção nas áreas rurais, com base em um modelo que integra inovação tecnológica, fortalecimento de capacidades e gestão comunitária do recurso natural mais precioso para a vida humana, que é a água.

"Iniciativas como essas transformam a vida de pessoas, porque oferecem mais qualidade de vida, retorno financeiro e autoestima. Mesmo em locais urbanos, muitas pessoas não conhecem ou convivem com essas inovações. Portanto, é motivo de satisfação para a CPFL Renováveis prover esse benefício", afirma Christiana Costa, gerente de Sustentabilidade Corporativa, Responsabilidade Social e Relações Governamentais da companhia.

Milhares de beneficiados – Nesta etapa de inauguração, o foco será voltado para as três comunidades dos municípios de João Câmara e São Miguel do Gostoso, contemplando 273 famílias (1.365 pessoas). Se for considerada a abrangência completa, o projeto vai beneficiar 807 famílias, cerca de 3.230 pessoas ao todo, provenientes de nove comunidades.

Em Queimadas, por exemplo, o sistema será composto por uma rede de abastecimento com 9 km de extensão, recuperação de um poço profundo, um reservatório de 60 m3, uma microusina solar de 3,24 kwp e um dessalinizador que filtrará 500 litros de água por hora. Cerca de 200 famílias, num total de 1.000 pessoas, serão beneficiadas.

Em Umburana, por sua vez, o sistema é composto por uma rede de abastecimento com 6 km de extensão. Está prevista ainda a recuperação de um poço profundo, um reservatório de 30 m3, uma microusina solar de 3,24 kwp e um dessalinizador que filtrará 250 litros de água por hora. Com a tecnologia, 65 famílias (325 pessoas) serão beneficiadas.

Já em Florêncio José, o sistema implantado contempla a recuperação do poço da comunidade, a instalação de um kit de irrigação para dois hectares e de uma bomba de 7,5 cv. Além disso, conta com a implantação de microusina solar de 3,24 Kwp. Por meio dele, serão beneficiadas famílias que juntas somam 40 pessoas.

Investimento social – Além das infraestruturas implantadas nas comunidades, o Programa Raízes tem atuado na capacitação de famílias para a gestão eficiente e sustentável dos recursos hídricos. Os investimentos somam mais de R$ 1,7 milhão e buscam manter o atendimento atual e para as futuras demandas, diante do crescimento esperado para as próximas décadas.

As ações previstas no projeto colaboram para o fortalecimento de políticas públicas federais e do Estado do Rio Grande do Norte vinculadas à segurança hídrica. As ações contribuem diretamente para o Programa de Fomento à Inclusão Produtiva Rural e ao Programa Cisternas, ambos do governo federal, além de atender à Política Estadual dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte (Lei n.º 6.908) e demais regulamentações do Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (IGARN).

Serviço

Agenda: Inauguração de sistemas de abastecimento de água

Quando: 25 de julho

Onde:

João Câmara (RN)

9 horas – Comunidade de Queimadas

11 horas – Comunidade de Florêncio José

São Miguel do Gostoso (RN)

14 horas – Comunidade de Umburana

Raízes – O Programa Raízes, um investimento social privado da CPFL Renováveis, contribuiu para o impacto positivo nas esferas: social, ambiental e econômico, nas comunidades do entorno onde estão localizados os empreendimentos da companhia. O Programa tem como foco três linhas temáticas: Segurança Hídrica, Compromisso com as Gerações Futuras, e Fortalecimento de Cadeias Produtivas. Em seu primeiro ciclo (2013-2015), o Programa Raízes investiu R$ 2,9 milhões para apoiar 36 projetos, enquanto que no segundo ciclo (2016 a 2018), a iniciativa investiu R$ 12,4 milhões, dos quais 37% dos recursos foram destinados para Gerações Futuras, 34% para Cadeia Produtiva, e 29% para Segurança Hídrica.

 

Sobre a CPFL Renováveis

Maior empresa do Brasil no segmento de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis, a CPFL Energias Renováveis S.A. (CPRE3) conta com um portfólio de 93 ativos de geração nas quatro fontes: eólica, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), usinas termelétricas movidas a biomassa e solar, tecnologia em que foi pioneira no Estado de São Paulo. Atualmente, esses ativos totalizam uma capacidade instalada de 2,1 GW. A CPFL Renováveis tem ações listadas no Novo Mercado da B3 (antiga BM&FBovespa), o mais alto segmento de governança corporativa desde 2013.

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12