Cinco homens roubaram quem almoçava em restaurante da Grande Natal - 14/05/2018

Quadrilha faz arrastão em restaurante e troca tiros com PM e PRF na fuga

No segundo domingo do mês de maio é celebrado o dia das mães, cujo grande parte das famílias opta por um almoço, seja casa, ou restaurantes. Porém o cenário de insegurança que assola o Rio Grande do Norte vem tornando a segunda opção mais difícil de acontecer para evitar transtornos. E neste domingo, 13, as famílias que celebravam o dia das mães em um restaurante as margens da BR 101 foram vitimas de bandidos que fizeram um arrastão no estabelecimento.

Casa do Tota

O crime aconteceu no restaurante “Casa do Tota”, que é localizado nas imediações dos acessos aos municípios de São José de Mipibu e Monte Alegre. Cinco homens entraram no lugar e anunciaram o assalto, obrigando as 12 famílias a se deitarem no chão enquanto eles roubavam celulares, dinheiro e pertences das vítimas.

A ação durou cerca de uma hora e neste tempo outro cliente, um agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou ao restaurante e percebeu a ação, mas não teve tempo de reagir. Apenas escondeu o distintivo e jogou sua arma embaixo do banco de seu carro. Após ser rendido, o agente foi obrigado a permanecer deitado juntamente aos demais clientes do restaurante.

Mas no momento de descuido do bando, o agente se arrastou até a cozinha e conseguiu  fugir pela porta dos fundos. Ele deixou o local seguindo até o veículo que havia deixado estacionado no momento em que foi rendido. Ele fugiu do local sem que os bandidos percebessem e ao chegar na BR 101 se deparou com uma viatura da Polícia Militar (PM). Ao tomar conhecimento do fato, os policia optaram por aguardar a fuga do bando ferisse alguma vítima.

Eles se posicionaram em um ponto estratégico e aguardaram. E no momento da fuga fizeram a abordagem, mas os bandidos reagiram e houve troca de tiros. O trânsito no local parou e motoristas deixaram seus carros para buscar abrigo contra os tiros. A viatura dos PMs foi alvejada em várias partes.

Neste meio tempo, o agente da PRF foi pela contramão até o posto policial e comunicou seus colegas de farda que também foram ao local ajudar os militares. Ao perceber que estavam em menor número, os bandidos deixaram o carro e fugiram por meio do matagal nas margens da rodovia. Os policiais seguiram os bandidos, além de realizar diligências na região, mas ninguém foi preso.

**Matéria escrita com informações repassadas pela PM e PRF.

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12