saude - 17/06/2013

Secretário afirma que fechamento de hospital municipal compromete atendimento nas unidades estaduais

O secretário estadual de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, analisou que a conseqüência do fechamento do serviço municipal de obstetrícia no hospital Leide Morais foi o grande crescimento da demanda na maternidade do Hospital José Pedro Bezerra (Santa Catarina), que está atendendo as pacientes do chamado parto de risco habitual, ou seja, pacientes de baixo risco, que não apresentam patologias associadas e deveriam ter o seu atendimento garantido pela rede municipal de saúde.

“Maternidades de assistência terciária, como a Maternidade Escola Januário Cicco e o Hospital Santa Catarina começam a ter sua capacidade de resposta às pacientes de alto e médio risco comprometida por atenderem casos de baixo risco, situação que se agravou com o fechamento da maternidade Leide Morais”, explicou.(fonte panorama politico)

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12