assalto - 19/01/2014

Ônibus da empresa Jardinense é assaltado na BR 304 próximo ao Hipólito

onibus3

 

Cerca de Seis elementos armados de revolveres e escopetas calibre 12,assaltaram por volta das 20h30min desta sexta feira 17 de janeiro de 2014,um ônibus da empresa Jardinense,que seguia em direção à Mossoró.
Os elementos,que estavam em um veículo tipo Astra de cor prata, interceptaram o ônibus próximo ao Assentamento Hipólito na zona rural de Mossoró.
O bando fez um verdadeiro arrastão aos passageiros e fugiu após a ação delituosa.
As Polícias Militar e Rodoviária Federal estão em diligências no sentido de localizar os assaltantes. O Camera 2

Comente

furto água - 19/01/2014

Caern pede auxílio à Polícia Civil para investigar furtos de hidrômetros em Mossoró

hidrometro

 

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) recebeu nos últimos 30 dias diversas reclamações de furtos de hidrômetros no Alto de São Manoel, em Mossoró.
Neste período,segundo a companhia cerca de  40 equipamentos que medem o consumo de água dos clientes foram furtados de residências.
Segundo a Caern,a maior incidência da ação criminosa vem ocorrendo na área dos bairros Costa e Silva, Pintos e Alto da Pelonha.
A empresa pediu auxílio à Polícia Civil para investigar o caso. A Companhia alerta aos clientes que a guarda do equipamento é de responsabilidade do usuário, e por este motivo, pede que sejam adotadas providências no sentido de dificultar a ação dos bandidos.
Para isso a empresa orienta ao cliente que faça o uso de grades. Alguns relatos apontam que os ladrões estão danificando as caixas de proteção que já são colocadas para impedir vandalismo.
O número de furtos pode ser maior, de acordo com a Caern, pois nem todos os clientes informam o fato.
A Caern informou também que a passagem dos leituristas, que ocorre mensalmente, registrará formalmente os danos causados.
Hidrômetro
Segundo a Caern, o hidrômetro é um equipamento que assegura uma cobrança mais justa da água, permitindo, inclusive, um melhor abastecimento.
O hidrômetro, que tem o valor de R$ 170,06, por muitas vezes, é repassado por R$ 5 reais pelos ladrões,que se interessam principalmente pelo metal que compõe o equipamento. Vale destacar que as pessoas que adquirirem o hidrômetro ou partes dele também estão incorrendo em um crime. O Camera

Comente

mais um homicÍdio no RN - 19/01/2014

Homicídio em Baraúna – Jovem de 19 anos é executado a tiros de pistolas

1homibaraunawe

 

Um crime de homicídio por arma de fogo foi registrado por volta do meio dia desta sábado 18 de janeiro de 2014,na cidade de Baraúna a cerca de 29 Km de Mossoró.
Uma pessoa identificada como Matheus da Silva Oliveira,19 anos de idade,natural de Mossoró e residente na rua Francisco Alves numeral 244 em Baraúna foi executado com cerca de oito disparos de arma de fogo tipo Pistola 380,ponto 40 e escopeta 12.
Segundo Informações da polícia Militar local,a vítima estava sentada na calçada de um bar conhecido como bar da Vera,quando foi surpreendido por dois indivíduos em uma moto Biz de cor azul que chegaram e já foram efetuando disparos contra a mesma.
Matheus ainda tentou se livrar dos inimigos e escapar da morte,correndo em direção a um muro de uma residência,mas foi alcançado e executado.
Os dois homens fugiram após a ação criminosa. A Mãe de Matheus compareceu ao local e informou à nossa reportagem que seu filho era envolvido com o tráfico de drogas e que vinha recebendo ameaças de morte.
Segundo ela Matheus esteve um período afastado de Baráuna,morando em outra cidade em decorrência das ameaças,mas que teria retornado há pouco tempo.
A polícia Militar local fez o isolamento do local do crime até a chegada dos peritos do ITEP,que após a realização de uma rápida perícia,removeu o corpo para sede do órgão em Mossoró.
Este foi o primeiro homicídio registrado em Baraúna no ano de 2014. O Camera 2

Comente

Joaquim Barbosa fez o plantão até o dia 6 e Cármen Lúcia até o dia 20. Relator do mensalão saiu de férias sem expedir prisão de João Paulo. - 19/01/2014

Ricardo Lewandowski assume plantão do STF nesta segunda

Os ministros Ricardo Lewandowski e Joaquim Barbosa no julgamento dos embargos do mensalão (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

 

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que foi o revisor do processo do mensalão, assume nesta segunda-feira (20) o regime de plantão da Corte, no lugar da ministra Cármen Lúcia. Ele ficará responsável por resolver questões “urgentes”, como pedidos de habeas corpus, até fevereiro, quando termina o recesso do Judiciário.

Na primeira semana de janeiro, o presidente do STF, Joaquim Barbosa, atuou no plantão. Em seu penúltimo dia antes de sair de férias, no dia 6 de janeiro, ele rejeitou recurso do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) e determinou o início do cumprimento da pena de prisão pela condenação no julgamento do mensalão.

No entanto, Barbosa viajou no dia 7 de janeiro sem expedir o mandado de prisão - ordem necessária para que a Polícia Federal encaminhe o petista para a cadeia.

Sem definição sobre se seria ou não preso, João Paulo Cunha permaneceu por uma semana recluso em seu apartamento em Brasília. Ele retornou a São Paulo, onde mora coma  família na última quarta (14).G1

Comente

Valdemar de Gois e Amigos - 19/01/2014

Poço Branco:O Jovem Politico Valdemar de Gois prestigia a festa do Padroeiro da Pousa

O Lider Politico Valdemar de Gois esteve na noite deste sabado (18) no Distrito da Pousa para prestigia a Festa do Padroeiro daquele Distrito e ali pode ver varios Amigos e ter aquela conversa ao pe do ouvido e foi muito bem recebindo por aquela comunidade em nome do grupo Gois desde ja agradecemos a todos.

 

 

Comente

Ele lutava há alguns anos contra um câncer no intestino, tendo, inclusive, feito tratamento nos EUA - 18/01/2014

Fernando do Camarões recebeu elogios até do ex-presidente americano Bill Clinton

A psicóloga Clara Bezerra de Medeiros, ao lado do seu pai, Fernando Medeiros. Foto: Divulgação

Marcelo Hollanda
hollandajornalista@gmail.com

O empresariado potiguar está de luto. Faleceu na manhã dessa sexta-feira, Fernando Medeiros, 57, proprietário e fundador do restaurante Camarões. Ele lutava há alguns anos contra um câncer no intestino. Nos últimos dias, estava internado na UTI do hospital da Unimed, e não resistiu ao avançado estágio da doença. Natural de Caicó, Fernando foi um empresário que deu visibilidade à gastronomia potiguar através do seu negócio com a carcinocultura. O restaurante Camarões Potiguar, situado às margens da avenida Roberto Freire, em Ponta Negra, é um estabelecimento bastante conhecido e muito respeitado pelo alto padrão de qualidade dos seus pratos, até mesmo fora do Brasil.

O velório acontece no cemitério Morada da Paz, em Emaús, e o sepultamento será no final da manhã deste sábado.

Reservado, avesso a entrevistas, eternamente dividido pelo dilema de expandir nacionalmente sua marca vitoriosa, a rede de restaurantes Camarões, ou manter-se calmamente seguindo na cidade que escolheu para viver e trabalhar, o caicoense Fernando de Medeiros Santos, 57 anos, faleceu na tarde desta sexta-feira (17), vítima de um câncer no intestino. O empresário deixa um legado pessoal e empresarial sem precedentes em seu segmento de negócio.O Jornal de hoje

Comente

Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA) pode ter participado do maior desfalque da história do banco Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pa - 18/01/2014

PF prende suplente de deputado federal supostamente envolvido na fraude de R$ 73 milhões na Caixa

BRASÍLIA e SÃO PAULO — A Polícia Federal prendeu na tarde deste sábado, em Estreito, no Maranhão, o suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA), apontado como mentor de um golpe de R$ 73 milhões contra a Mega-Sena, da Caixa Econômica Federal. Ernesto Vieira deve prestar depoimento ainda neste sábado na delegacia de Araguaína. A PF procura ainda mais quatro acusados de envolvimento com a fraude - de acordo com a instituição financeira, a maior já sofrida em toda a sua história.

No último dia 5 de dezembro, uma conta foi aberta na agência da Caixa em Tocantinópolis para pagar R$ 73 milhões de prêmio da Mega-Sena. A autorização para abertura da conta foi do gerente geral da Agência, Robson Pereira do Nascimento, que usou sua senha também para retirar o valor da conta interna da instituição de pagamento de prêmios. Logo após o depósito do valor, foram feitas transferências de R$ 40 milhões para uma conta em São Paulo e R$ 33 milhões para outra em Goiás. A partir daí, outras 200 transferências, de valores mais baixos, foram feitas para permitir o saque dos valores.

Nascimento foi preso no dia 22 de dezembro, após as primeiras averiguações da polícia. O delegado da PF em Araguaína, Omar Pepow, afirmou que todos os gerentes de agência da CEF podem movimentar a conta da Mega-Sena, mas o procedimento correto é que a validação do bilhete seja feita antes que o dinheiro seja colocado na conta do premiado. Nascimento, segundo ele, não fez isso. Cobrado, alegou que tinha mandado o bilhete e a documentação do ganhador pelo malote. Em seguida, como estava em férias, passou a dizer que estava em viagem pelo Ceará e verificaria o que ocorreu quando retornasse ao trabalho.

Segundo Pepow, após investigação interna, que durou seis dias, a CEF percebeu a fraude e acionou a Polícia Federal.

- Na verdade, o bilhete falso nunca apareceu. O gerente nunca mostrou. Disse que havia mandado por malote apenas para ganhar tempo - disse Pepow.O Globo

Comente

Governo do RN - 18/01/2014

Governo do estado do RN da esclarecimento sobre presídio Alcaçuz

Com relação à reportagem “A bárbarie no presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Um novo Maranhão?”, publicada na revista Época neste sábado (18), o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) esclarece que:

1) Não procede a comparação estatística entre os sistemas carcerários do Rio Grande do Norte e o do Maranhão feita pela revista. Enquanto ao longo do ano de 2013 aconteceram 66 mortes no presídio de Pedrinhas, em todo o sistema penitenciário do Rio Grande do Norte aconteceu apenas 1 (uma) morte na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, que está há 16 (dezesseis) meses sem registar uma fuga.

2)   Enquanto o Maranhão tem uma média de 1 policial para cerca de 850 habitantes, o Rio Grande do Norte tem uma média de 1 para cerca de 350 habitantes;

3)   Não procede a informação de que houve uma “ordem política” para impedir a entrada da equipe de reportagem da revista Época no presídio de Alcaçuz. Acompanhado da assessoria de imprensa da Sejuc, o jornalista Hudson Correia, inclusive, almoçou no refeitório da referida unidade na última quinta-feira (16).

4)   Foi informado à revista Época, por meio de relatório entregue em cópia ao jornalista Hudson Correia, todas as medidas adotadas pelo Governo do Estado para melhoria do sistema prisional, principalmente a construção de dois novos presídios nos municípios de Ceará Mirim e Mossoró, (1.200 novas vagas), além do Centro de Detencão Provisória de Parelhas (80 vagas), a reforma e ampliação em curso da Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó (80 vagas), e a construção de um prédio em Natal, que vai gerar 300 novas vagas no regime semi-aberto. Também, em curso, estão a reforma da unidade de Pau dos Ferros e do Complexo João Chaves, em Natal (320 novas vagas).

5)   A revista deixou de registrar que, na construção da Arena das Dunas, foi determinado, pelo Governo do Estado, o emprego de mão de obra carcerária, o que resultou num reconhecimento público do Tribunal de Justiça do Estado à essa iniciativa do Executivo. Em todo o país, a construção da Arena das Dunas foi a obra, entre todas as doze arenas, que mais empregou apenados.

6)   O Estado reconhece que há problemas estruturais no seu sistema carcerário (necessita de 2 mil novas vagas, o que representam cerca de 1% do número de vagas necessárias em todo Brasil), mas ressalta que tem empregado todos os esforços junto ao Governo Federal para executar todos os projetos detalhados à reportagem da revista Época.


Comente

Vaticano - 18/01/2014

Vaticano expulsou 400 padres por denúncias de pedofilia em dois anos

ROMA - O Vaticano confirmou neste sábado que cerca de 400 padres foram excomungados por acusações de abuso infantil em apenas dois anos durante o pontificado de Bento XVI. A informação faz parte de um documento obtido pela agência de notícias Associated Press (AP) e refere-se aos anos de 2011 e 2012.

O porta-voz da Santa Sé Federico Lombardi disse inicialmente a AP feito uma leitura equivocada dos dados. Mas depois confirmou a informação.

- Em 2012, foram por volta de 100, enquanto em 2011 foram cerca de 300 - declarou Lombardi.

As últimas estatísticas revelam o número de padres que deixaram o sacerdócio em 2011 e 2012 foi mais que o dobro dos religiosos excomungados em 2008 e 2009, quando o Vaticano forneceu números pela primeira vez, revelando que 171 deixaram a Igreja.

Os números foram compilados a partir de relatórios anuais do próprio Vaticano sobre as atividades de seus diversos escritórios, incluindo a Congregação para a Doutrina da Fé, que lida com casos de abuso sexual. Embora públicos, os relatórios anuais não estão prontamente disponíveis ou vendidos fora de Roma e são normalmente encontrados em escritórios do Vaticano ou bibliotecas universitárias católicas.

O Vaticano também enviou outros 400 casos para serem julgados por um tribunal da Igreja ou para serem tratados administrativamente.

Na quinta-feira, o Comitê da ONU para os Direitos das Crianças pediu à Igreja Católica que atue fortemente contra os abusos sexuais dos quais menores de idade são vítimas, em um enorme escândalo em relação ao qual o papa Francisco, que substituiu Bento XVI este ano, expressou sua 'vergonha'.

O Globo

Comente

canibalismo - 18/01/2014

CNJ revela: Presídio no Rio Grande do Norte teve até caso de canibalismo

Um relatório do Conselho Nacional de Justiça concluído no final do ano passado revela que em outro presídio brasileiro, o de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, há atrocidades ainda mais medievais do que as registradas no Complexo de Pedrinhas, no Maranhão, que recentemente voltou ao noticiário após a divulgação de um vídeo em que três presos eram decapitados.

A cadeia abriga um detento com graves distúrbios mentais. Conhecido como Pai Bola, Antonio Fernandes de Oliveira, de 29 anos, matou com 120 facadas, em 2009, um colega de cela que se recusou a ceder o telefone celular. Dois anos depois, decapitou outro preso e comeu seu fígado, espalhando as vísceras pelas paredes. A informação foi revelada na edição desta semana da revista Época.

Mesmo após os crimes, apenas na semana passada a Justiça recorreu ao presídio em busca de algum atestado sobre a saúde mental do assassino.

Em Alcaçuz há só oito agentes penitenciários para cuidar dos 800 internos, que não dispõem de atendimento médico e sofrem com doenças infecciosas, como a tuberculose.

Levantamento do iG mostra que pelo menos 197 presos foram assassinados nas cadeias brasileiras em 22 Estados no ano passado. Somente o Maranhão, que vive sua maior crise carcerária, foi responsável por 30% do número de assassinatos em presídios do país inteiro em 2013.

No Rio Grande do Norte, o governo admite a morte de apenas um detento em 2012.(fonte Blog BG)

Comente

TCE-RN - 18/01/2014

MPJTCE pede inspeção extraordinária nas contas do governo

O Ministério Público de Contas solicitou na manhã de hoje (16) através de Representação que o Pleno do TCE determine a realização de inspeção nas contas no Governo do Estado, notadamente nas Secretarias de Planejamento, Tributação e Administração e Recursos Humanos. Na Representação, o procurador geral Luciano Ramos enumera dezessete itens que deverão ser analisados,  entre eles,  a verificação das razões que levaram o governo  a atrasar o pagamento dos funcionalismo no segundo semestre de 2013. A representação do procurador também pede para apurar o impacto da opção de construção da Arena das Dunas via Parceria Público-Privada no endividamento do Estado, bem como observância da LRF no planejamento desta despesa.

Luciano Ramos questiona ainda se houve utilização de empréstimos e receitas extraordinárias no pagamento de despesas pertinentes à folha de pessoal, como também pede a que seja apurada a responsabilidade dos gestores, inclusive a Governadora do Estado, por ação ou omissão pertinente aos atos apontados,  verificando se houve ocorrência de ato doloso de improbidade administrativa, nos termos da LC nº 135/2010.

Cabe ao presidente do TCE, Paulo Roberto Alves, designar o relator para acompanhar a  inspeção, embora o procurador geral sugira que o conselheiro Poti Junior, que irá relatar as contas anuais do governo em 2014, seja também o responsável pela condução dessa inspeção. 

Em anexo segue na íntegra a Representação formulada pelo procurador-geral de Contas.

Comente

TJRN - 18/01/2014

Sem ter concluído ensino médio, aprovada no Enem poderá fazer exame supletivo

A Secretaria da Educação e da Cultura do Estado (Seec) e a Subcoordenadoria de Educação de Jovens e Adultos terão que garantir a uma estudante do ensino médio, aprovada no Enem, o direito de realizar a prova do exame supletivo, para, em caso de aprovação, obter a devida certificação de conclusão. A decisão partiu da juíza Fátima Soares (convocada pelo TJ) que seguiu precedentes da Corte potiguar ao julgar um Mandado de Segurança com pedido liminar.

Segundo os autos do processo, a estudante se submeteu ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado, mesmo antes de concluir o ensino médio, encontrando-se matriculada no terceiro ano do segundo grau. Ela obteve média suficiente para ingressar no curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), obtendo média 763,55.

A juíza Fátima Soares considerou, dentre outros pontos, que sendo relevante a fundamentação e havendo risco de tornar-se ineficaz a medida caso não deferida imediatamente, restando iminente, assim, o risco de grave lesão ou de difícil reparação à estudante, faz-se necessário a concessão do provimento de urgência.

(Mandado de Segurança com Liminar n° 2014.000070-4) TJRN

Comente

improbidade - 18/01/2014

Marta Suplicy é condenada por improbidade administrativa e perde direitos políticos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Brasília -  A ministra da Cultura Marta Suplicy foi condenada por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo e perdeu seus direitos políticos por três anos. Ela também terá que pagar uma multa no valor de cinco vezes o valor do salário que a ministra recebia quando era prefeita de São Paulo (2001-2005), valor que deve ser atualizado até a data de pagamento. A decisão foi tomada pelo juiz Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública.

Segundo a decisão, Marta também foi “proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócia majoritária. A proibição também tem validade de três anos".

A decisão foi tomada no último dia 9 de janeiro e publicada no Diário da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo do dia 10 de janeiro.Agencia Brasil

Comente

Mensalão - 18/01/2014

Justiça nega recurso de Genoino e mantém multa em R$ 667,5 mil

A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal manteve, nesta sexta-feira, 17, a multa de R$ 667,5 mil imposta ao ex-presidente do PT José Genoino ao negar recurso da defesa para que o valor fosse revisto e reduzido. A VEP também manteve o prazo até segunda-feira, 20, para que ele recolha o valor aos cofres públicos, contrariando pedido da defesa.

Comente

Ministerioda Agricultura no RN - 18/01/2014

Woden Júnior assume como superintendente do Ministério da Agricultura no RN

O engenheiro agrônomo Woden Coutinho Madruga Junior assumiu o cargo de superintendente federal de Agricultura no RN, nomeado pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, em portaria publicada no Diário Oficial da União, de 12 de dezembro de 2013.

Woden Junior é graduado em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agronomia de Mossoró (atual Ufersa) e possui MBA em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Foi delegado do Senar/RN, quando este era subordinado ao Ministério do Trabalho. Antes de sua nomeação para a SFA/RN, exercia o cargo de assessor da presidência da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte (FAERN).Panorama Politico

Comente

TSE - 17/01/2014

PROS pede inclusão no rateio do Fundo Partidário

Fundo partidário

O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) entrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com ação cautelar, com pedido de liminar, em que solicita sua inclusão no rateio dos 95% dos recursos do Fundo Partidário, distribuídos proporcionalmente entre as legendas de acordo com os votos obtidos na última eleição geral para a Câmara dos Deputados. O TSE aprovou o pedido de registro do PROS no dia 24 de setembro de 2013.

O partido pede que o Tribunal conceda liminar para assegurar à sigla sua participação no rateio do Fundo Partidário, com base no número de deputados federais que migraram para a legenda, com a retenção dos valores pela Justiça Eleitoral até o julgamento da ação (Pet 76.693) que decidirá se o PROS tem direito a estar no rateio dos 95% do Fundo. Os outros 5% do total do Fundo são distribuídos, em partes iguais, entre todos os partidos que tenham seus estatutos registrados no TSE.

Para o PROS ter acesso a uma parcela dos recursos do Fundo no rateio deverá haver redução nos montantes das cotas mensais recebidas pelas legendas que vierem a perder deputados para a nova agremiação. A sigla afirma que os partidos, cujos deputados federais migraram para ela, continuam recebendo os respectivos valores do Fundo referentes a esses parlamentares. Segundo o PROS, a manutenção desses repasses causa “dano irreparável” à legenda já que esses recursos seriam de difícil recuperação.

Para reforçar seu pedido, o PROS citou decisão recente em que o presidente do TSE, ministro Marco Aurélio, deferiu liminar, em ação cautelar, para incluir o Partido Solidariedade no rateio dos 95% dos recursos do Fundo Partidário.

Na decisão sobre o Solidariedade, o ministro Marco Aurélio definiu que o cálculo dos valores da parte do partido deve tomar como base o número de deputados federais de outros partidos que migraram para a sigla. O magistrado afirmou, no entanto, que os valores obtidos pelo Solidariedade devem ser retidos pela Justiça Eleitoral até o julgamento da ação (Pet 76.948) que decidirá se a sigla tem direito a uma parte do rateio dos 95% do Fundo.

“O caso em questão é o mesmo do supracitado precedente, até porque o Partido Solidariedade obteve registro [no TSE] em mesma data [do PROS] e está sofrendo os mesmos danos pelos quais sofre o partido autor [da ação]”, afirma o PROS.

Após o deferimento do pedido de registro de um partido no TSE, abre-se um prazo de 30 dias para ocupantes de cargos públicos eletivos se filiarem à nova sigla.

A ministra Laurita Vaz é a relatora da ação no TSE.

 

Comente

Governo do RN - 17/01/2014

Nota de pesar pelo falecimento do empresário Fernando Medeiros

A Governadora Rosalba Ciarlini lamenta profundamente o falecimento do empresário potiguar Fernando Medeiros, do grupo de restaurantes Camarões Potiguar, ocorrido na tarde desta sexta-feira, 17, em Natal.


Neste momento de dor, dirijo o meu abraço aos familiares de Fernando, em especial aos seus pais Seu Raimundo Avelino e Dona Lúcia Medeiros, pessoas queridas em Caicó, cidade visitada sempre por Fernando enquanto seu estado de saúde lhe permitiu. Dirijo o meu abraço também à segunda família de Fernando, ou seja, todos os funcionários dos restaurantes que formam o grupo Camarões Potiguar.


Apontado pelo Guia Quatro Rodas como um dos cinco melhores restaurantes do Brasil, o Camarões Potiguar transformou-se, sob a batuta de Fernando e Vânia, numa das maiores referências gastronômicas do nosso Estado, emprestou ao mercado um padrão de qualidade de serviços internacional e tornou-se - entre outros fatores, pela competência de Fernando - num dos mais importantes cartões de visita da nossa terra.


Exemplo de humildade, Fernando deixará na terra seu legado de determinação, honestidade e empreendedorismo. 

 

Comente

prissão - 17/01/2014

PF prende casal acusado de fraude contra banco em Natal

A Polícia Federal prendeu, nesta sexta-feira (17), um casal acusado do crime de estelionato contra a Caixa Econômica em Natal. A dupla foi detida no interior de uma agência em um shopping da capital potiguar. O homem, de 46 anos, e a mulher, de 53 anos, não ofereceram resistência à prisão. Este é o segundo caso registrado esta semana deste tipo de ação criminosa.A dupla utilizava documentos falsificados para as fraudes

fonte TN

Comente

Condenado no processo do mensalão, Delúbio está preso na Papuda - 17/01/2014

Justiça autoriza Delúbio Soares a trabalhar na CUT para ganhar R$ 4,5 mil por mês

 O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares Foto: Ailton de Freitas

 

BRASÍLIA - O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, um dos condenados no processo do mensalão que se encontram presos, teve autorizado nesta quinta-feira seu pedido de trabalho externo. Com isso, ele poderá sair do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, durante o dia para trabalhar no escritório da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do DF, onde vai ganhar R$ 4,5 mil mensais. À noite, ele terá que voltar à cadeia para dormir.

O pedido foi feito em 27 de novembro e poderia ter sido atendido antes não fosse o recesso de fim de ano da CUT. Na decisão autorizando o trabalho externo, o juiz substituto da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal Bruno Ribeiro relata que, em 20 de dezembro de 2013, uma equipe da seção psicossocial da vara visitou o escritório da CUT. Como o local estava fechado em razão do recesso, nova visita foi feita em 10 de janeiro. Cinco dias depois, o Ministério Público se manifestou favoravelmente à possibilidade de trabalho externo para Delúbio.O Globo

Comente

prissão - 17/01/2014

PF prende comerciante acusado de estelionato em Natal

A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desta quinta-feira, 16 de janeiro, no interior de uma agência da Caixa Econômica Federal na zona sul da capital potiguar, um comerciante de 51 anos, pernambucano, residente em Parnamirim/RN, acusado do crime de estelionato.

O homem havia procurado a CEF na semana passada para fins de abertura de uma conta corrente, oportunidade em que apresentou a documentação exigida, a qual, após análise, levantou suspeitas quanto à sua veracidade. No dia de hoje, ele retornou àquela agência e quando efetuava o registro eletrônico da sua senha pessoal, após ter assinado o cadastro de abertura da conta corrente, os policiais federais o abordaram e deram voz de prisão.

Levado para autuação na sede da PF, o envolvido declarou durante o interrogatório que adquiriu por R$ 600,00, de um despachante na cidade de Recife/PE, os documentos falsificados em nome de terceiros que estavam em seu poder, dentre os quais, a declaração do Imposto de Renda e uma cédula de identidade.

Confessou ainda, que pretendia se apoderar dos valores do cheque especial caso o golpe tivesse sido consumado. O suspeito encontra-se custodiado na superintendência da Polícia Federal, em Lagoa Nova, onde deverá permanecer à disposição da Justiça.

*Fonte: Comunicação / PF-RN

Comente