Aviso a Todos Leitores do Nosso Blog - 29/10/2018

Bom Dia a Todos que visita o Nosso Blog Aviso

Aviso

 

Queremos Avisar a Todos os Nossos Leitores do Blog A língua Poço Branco que agora mudamos o Endereço do Blog a repaginamos agora o Novo Blog é A lingua Noticias o Link é Assim Clik e Va lá ver e acessar o Nosso Novo Site aí o Link www.alinguanoticias.com.br

Comente

Fuso horário obriga que eleição comece mais cedo nestes países - 27/10/2018

Brasileiros no Japão, na Austrália e Nova Zelândia votam antes

As votações começam hoje (27) para eleitores brasileiros que moram no Japão, na Austrália e Nova Zelândia. Como o fuso horário nestes países está à frente do Brasil, os eleitores vão às urnas mais cedo. No exterior, os eleitores votam exclusivamente para presidente da República. O resultado da votação no exterior será divulgado somente após o término da votação no Brasil.

No total, se cadastraram para votar no primeiro e segundo turno das eleições, no exterior, 500.727 brasileiros s 138 postos eleitorais, em 171 cidades de 100 países, nos quais o Brasil tem representação diplomática.

A votação fora do Brasil é organizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal com apoio da rede consultar brasileira nos países. As seções eleitorais no exterior funcionam, em geral, nas sedes das embaixadas, em repartições consulares ou em locais que existam serviços do governo brasileiro, segundo o Itamaraty.

As maiores comunidades de brasileiros estão espalhadas por cidades nos Estados Unidos, Japão, Portugal, Reino Unido, Itália e Alemanha. Pela experiência no primeiro turno das eleições, somente 40% dos eleitores cadastrados costumam votar.

Dificuldades de locomoção, despesas elevadas e também questões climáticas costumam influenciar negativamente o eleitor, que por vezes deixa de votar, mesmo sendo obrigatório. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Vencedores do pleito de 2016 perderam o mandato - 27/10/2018

Em 19 municípios, eleitores vão eleger prefeitos neste segundo turno

Além de votar para presidente da República, os eleitores de 19 cidades irão às urnas, neste domingo (28), para escolher novos prefeitos devido ao afastamento dos vencedores em 2016. As eleições suplementares vão mobilizar o eleitorado de cinco municípios de Goiás, quatro de São Paulo, três do Rio de Janeiro, dois do Amazonas, um do Rio Grande do Sul, um de Santa Catarina, um do Mato Grosso, um do Ceará e um do Maranhão.

Localizada a 70 quilômetros de Brasília, no entorno do Distrito Federal, Planaltina é uma das cinco cidades onde haverá eleição para a prefeitura, no estado de Goiás. O Tribunal Regional Eleitoral cassou o registro da chapa eleita em 2016, formada por David Alves Teixeira Lima (Pros) e Maria Aparecida dos Santos (Pros), por compra de votos.

Segundo denúncia do Ministério Público Eleitoral, eles prometeram empregos em troca de votos, além de usar bens públicos para fazer propaganda eleitoral. Durante a campanha, Lima se reuniu com rodoviários desempregados, prometeu negociar a contratação de todos e pediu apoio dos trabalhadores. Uma gravação da reunião comprovou a denúncia.

Mangaratiba

Os eleitores de Mangaratiba, município da Costa Verde do Rio de Janeiro, também vão escolher o novo prefeito. Será o quarto a ocupar o posto desde 2016, quando Aarão de Moura Brito Neto (PPS) e o vice Renildo Rodrigues Brandão (PPS) venceram o pleito. A chapa foi cassada por abuso de poder praticado nas eleições de 2008, quando Aarão também tinha sido eleito para o cargo.

 Orla de Mangaratiba, município construído para atender ao escoamento de café e tráfico de escravos

 O então presidente da Câmara Municipal, Vitor Tenório dos Santos (PDT), assumiu interinamente a prefeitura, mas não ficou muito tempo no cargo. Ele foi denunciado por dispensa indevida de licitações e desvio de recursos públicos. Está foragido desde agosto. No momento, o vereador Carlos Alberto Ferreira Graçano (Pode) ocupa o cargo interinamente.

Para a professora de direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Silvana Batini, o eleitor fica desestimulado com as trocas frequentes de prefeito. “Estamos em crise de credibilidade na classe política, mas, ao mesmo tempo, é muito melhor que o eleitor tenha possibilidade de escolher novamente do que fazer a escolha em uma eleição indireta pela Câmara dos Vereadores”, observou.

Ordem de votação

No estado do Rio de Janeiro, além de Mangaratiba, os eleitores vão escolher também os prefeitos de Aperibé e Laje do Muriaé. É distinta a situação dos eleitores das três cidades do Rio de Janeiro e das cinco de Goiás. No Rio, há segundo turno para governador, mas em Goiás - e também no Ceará e Maranhão - a disputa para o governo do estado foi resolvida no primeiro turno. Já em mais oito cidades onde haverá eleição municipal suplementar, localizadas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Amazonas, haverá segundo turno para governadores. 

Portanto, em Mangaratiba (RJ), Aperibé (RJ) e Laje do Muriaé (RJ),  Alpestre (RS), Vidal Ramos (SC), Araras (SP), Rincão (SP), Monte Azul Paulista (SP), Mongaguá (SP), Anamã (AM) e Novo Airão (AM), os eleitores vão seguir a seguinte ordem de votação: governador, presidente e prefeito. Para cada cargo, deverão digitar dois números.

Em Planalto da Serra (MT), Croatá (CE), Turvelândia (GO), Planaltina (GO), Davinópolis (GO), Divinópolis (GO), Serranópolis (GO) e Bacabal (MA), os eleitores vão escolher o presidente e o prefeito. Nesses estados, os governadores foram eleitos no primeiro turno.

Urnas

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para permitir as diferentes votações, a Secretaria de Tecnologia da Informação desenvolveu o Programa de Múltiplas Eleições, que “permite a programação da urna eletrônica com composições que variam conforme as exigências de cada pleito”.

No primeiro turno, por exemplo, além da votação nacional - presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais -, as urnas foram preparadas para a eleição do Conselho Distrital do Arquipélago de Fernando de Noronha (PE) e dos plebiscitos em Petrópolis (RJ), Fortaleza do Tabocão (TO) e Augusto Severo (RN).

Em Petrópolis, 68,7% dos votantes decidiram pelo fim do uso de tração animal em charretes que fazem passeios turísticos no centro histórico. Já em Fortaleza do Tabocão e Augusto Severo, os eleitores decidiram mudar os nomes das duas cidades. Com 74,83% dos votos, Fortaleza do Tabocão passará a se chamar somente Tabocão. Augusto Severo será Campo Grande, por vontade de 95,7% dos votantes. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Eleições 2018 - 27/10/2018

Campanha de Bolsonaro quer acompanhar apuração na sala-cofre do TSE

A coligação de apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) entrou com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo que cinco representantes das campanhas de cada um dos dois candidatos possam acompanhar a apuração de votos na sala-cofre do tribunal.

“Estamos em busca de um direito constitucional: a transparência dos atos públicos. Fizemos isso de forma democrática e ampla”, explicou o articulador político de Bolsonaro, deputado Onyx Lorenzoni (DEM).

Segundo ele, o pedido só foi feito agora às vésperas do segundo turno porque a equipe estudava maneiras de garantir a credibilidade do sistema eletrônico, “que não é usado em nenhum lugar com democracia consolidada”, afirmou.

Caso a ministra Rosa Weber negue o pedido, Lorenzoni adiantou que tentará uma liminar junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a presença na sala-cofre, onde geralmente a contagem é monitorada apenas por técnicos da casa.

Agência Brasil

Comente

Petista mantém vantagem sobre o adversário - 27/10/2018

Fátima mantém liderança sobre Carlos Eduardo para o Governo

 A segunda pesquisa Fiern/Certus para o segundo turno, divulgada neste sábado (27), mostra que a candidata ao Governo do RN pelo PT, Fátima Bezerra, se mantém na liderança da disputa contra seu adversário Carlos Eduardo Alves (PDT) nos dois cenários (estimulado e espontâneo). Se a eleição fosse hoje no cenário ESTIMULADO apenas com os VOTOS VÁLIDOS, Fátima Bezerra teria 53,50% e Carlos Eduardo 46,50%.

 

 Quando o Instituto Certus citou os nomes dos dois candidatos, Fátima foi escolhida por 46,45% e Carlos Eduardo por 40,35%. Entre os entrevistados, 9,50% não querem votar em nenhum, 3,55% disseram que ainda não sabem e 0,14% não respondeu. Na pesquisa anterior,  Fátima Bezerra somou 44,61% das intenções de votos, enquanto Carlos Eduardo tem 38,58%. Outros 9,72% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos.

 

 Quando não foram apresentados os nomes dos candidatos, 41,70% dos entrevistados reponderam de forma espontânea que votariam em Fátima. Carlos Eduardo foi mencionado por 35,89%. Os que disseram que não sabiam somam 12,13% e os que disseram que não escolheriam nenhum dos dois ficou em 10,07%. Neste cenário, Fátima subiu mais de dois pontos percentuais já que tinha aparecido com 39,22% na última pesquisa, quando Carlos Eduardo ficou com 34,40%.

A segunda Pesquisa FIERN/Certus Retratos da Sociedade Potiguar sobre o 2º Turno das eleições 2018 foi realizada de 22 a 25 de outubro, com 1410 entrevistas, 40 municípios do RN, margem de erro 3%, intervalo de confiança de 95%. Esta pesquisa sobre o segundo turno das eleições está registrada no TSE com os números: nº BR-05145/2018 e RN-04070/2018. Fonte Portal Noar.

Comente

Gasolina mais Barata - 22/10/2018

Petrobras anuncia redução de 2% no preço da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (22) uma redução de 2% no preço da gasolina comercializada em suas refinarias.

A partir de amanhã (23), o litro do combustível passará a ser negociado a R$ 2,0639, segundo informou a estatal.

 Cubatão(SP) - Trabalhadores terceirizados adentram a refinaria de Cubatão, durante a greve dos petroleitos (Rovena Rosa/Agência Brasil)

 A partir de amanhã, litro da gasolina terá redução de 2% nas refinarias e será negociado a R$ 2,0639  (Arquivo/Agência Brasil)

 Essa é a sétima queda consecutiva do preço, que desde 22 de setembro, quando custava R$ 2,2514 por litro, já recuou 8,33%. Fonte Agencia Brasil.

Comente

Carga desviada - 22/10/2018

Negado Habeas Corpus para acusado de ser líder de grupo que desviava cargas

A Câmara Criminal do TJRN voltou a julgar, na sessão desta quinta-feira, 18, mais um recurso relacionado à operação “Mercúrio”, deflagrada, em 2017, pela Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov), Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Deicor) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), por meio da qual se cumpriram sete mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão contra pessoas supostamente envolvidas com desvios de cargas que estavam ocorrendo no Rio Grande do Norte.

A decisão negou, mais uma vez, o pedido de Habeas Corpus, movido pela defesa do suposto líder do grupo, o empresário Alcivan Mendes de Moura.

De acordo com as investigações realizadas, que duraram cerca de nove meses, os crimes cometidos teriam gerado um desfalque aproximado de R$ 10 milhões nas empresas vítimas dos crimes. Daí o nome da Operação, que é uma alusão ao deus romano “Mercúrio”, ligado à venda, lucro e comércio. A ação aconteceu na Região Metropolitana de Natal e na cidade de João Câmara, quando foram presos seis homens e uma mulher, dentre eles o alvo do HC, movido pela defesa.

Haveria, segundo a defesa, um excesso de prazo na prisão do acusado, o qual está preso há pouco mais de 280 dias, o que, de acordo com os advogados, fere o princípio da 'dignidade da pessoa humana' e a busca pela duração razoável do processo, previsto no artigo 5º da Constituição Federal.

Contudo, os desembargadores que integram o órgão julgador do TJRN mantiveram o entendimento de que a peça defensiva não reformulou os votos dos integrantes da Câmara, os quais ressaltaram que o caso envolve pluralidade de réus, com diferentes advogados e só Alcivan arrolou 17 testemunhas de defesa, que são fora dos limites da comarca.

“A contagem deste prazo não é meramente matemática. São quatro crimes e várias cartas precatórias expedidas. Tudo isso contribui para essa duração específica”, destaca o desembargador convocado para atuar neste julgamento. A Operação contou com o trabalho de 40 policiais civis e 30 policiais rodoviários federais.

 Habeas Corpus com Liminar nº 0806805-74.2018.820.0000

Comente

Atenção - 22/10/2018

Cantor Waldonys passa por problemas durante salto de paraquedas, em Fortaleza

 Waldonys, em salto no qual precisou recorrer a equipamento reserva

 O músico Waldonys passou por uma emergência ao saltar de paraquedas neste domingo (21), em Fortaleza.

Conforme relato postado pelo cantor no Instagram, o equipamento principal não funcionou e foi necessário recorrer ao paraquedas reserva.

“Tirando a emergência, a operação foi show de bola!”, disse o músico, que já possui experiência na modalidade e em outras práticas radicais.

Waldonys sobrevoava a Praia do Futuro, a uma altura aproximada de 6 mil pés, o que equivale a cerca de 1.800 metros

 

Fonte:G1

Comente

Eleições 2018 - 22/10/2018

Organização estima mais de 30 mil pessoas no ato pró-Bolsonaro em Natal

 Foto Laís Morais

 Em Natal, mais de 30 mil pessoas saíram às ruas em manifestação favorável ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro e contra às candidaturas do PT em nível nacional e estadual. O ato intitulado #PTaquinao foi organizado por diversos grupos de direita do Rio Grande do Norte, liderados pelo Força Democrática. A concentração aconteceu no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira e, em seguida, a passeata percorreu ainda as avenidas Nascimento de Castro e Romualdo Galvão, com percurso total de 1,6 quilômetros.

O movimento superou as expectativas da organização. “Este é o último evento grande antes do segundo turno das Eleições marcado para o próximo domingo (28). Conseguimos reunir mais de 30 mil pessoas, um número maior do que o estávamos esperando. Do início da concentração até o final da passeata, as pessoas interagiram de uma forma muito bonita, todo mundo junto, num só coro pelo nosso País. Foi fantástico. Mostramos a força de Natal, mostramos que o Rio Grande do Norte não vai aceitar mais o PT e vamos mostrar isso também nas urnas”, afirmou Carlos Reny, um dos organizadores da manifestação.

Neste ato, foi permitida a participação de políticos e lideranças partidárias. Andrea Ramalho, esposa do governadorável Carlos Eduardo, compareceu à manifestação representando o candidato, que está cumprindo agenda de campanha no interior do RN. Neste domingo, várias cidades do País realizaram manifestações em favor do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Fonte Blog do BG.

Comente

Eleições 2018 - 22/10/2018

PESQUISA FSB/BTG: Bolsonaro tem 60% e Haddad 40%

A última pesquisa da BTG Pactual, realizada durante o fim-de-semana pela FSB, mostra Jair Bolsonaro com 60% dos votos válidos e Fernando Haddad com 40%.

 

Fonte Blog do BG 

Comente

Condenação - 22/10/2018

Justiça mantém condenação de ex-prefeito no RN por improbidade administrativa

A Justiça estadual negou recurso interposto pelo ex-prefeito do Município de Serrinha, Manoel do Carmo dos Santos, em que ele alegava omissão na sentença que o condenou por Ato de Improbidade Administrativa.

Nela, ele foi condenado por omissão do dever legal de prestar contas de dois convênios firmados com o Estado do RN, que tinham por objeto a manutenção de serviços de saúde e aquisição de ambulâncias no Município, ambos no valor de R$ 50 mil cada, relativos aos anos de 2005 à 2008.

No recurso, ele afirmou que a sentença deixou de tratar de questões suscitadas outro recurso (embargos de declaração) anteriormente interposto contra uma decisão judicial na mesma Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa.

Na ação, o Grupo de Apoio às Metas 4 e 6 do CNJ, ao analisar o acervo probatório contido nos autos, percebeu que ficou comprovada a prática do ato de improbidade administrativa violador dos princípios da publicidade e da moralidade da Administração Pública.

“Cumpre esclarecer que está bastante claro e provado de forma suficiente nos autos que o réu Manoel do Carmo dos Santos não prestou contas dos convênios conforme elucidado pelos relatórios da CONTROL, o que evidencia a prática ímproba do demandado”, assinala a sentença.

E completa: “Desta maneira, ao comprovadamente proceder da forma narrada na exordial, o réu sonegou à sociedade as informações necessárias ao acompanhamento das contas públicas, e assim tolhe da sociedade a oportunidade de fiscalizar a gestão dos recursos públicos, negando o próprio fundamento do princípio da publicidade – controle a ser exercido pelo povo”.

Ao analisar o recurso de embargos de declaração pretendido pelo ex-prefeito, a magistrada considerou não existir omissão no julgado. “Analisado o primeiro Embargo, há de se rechaçar o segundo recurso ante a ausência de omissão, ora suprida. Sendo assim, os embargos não devem prosperar”, finalizou, mantendo a sentença condenatória.

Processo nº 0101221-47.2013.8.20.0128
TJRN

 

Comente

Dado é ainda maior, já que quatro estados não divulgam os dados de agosto e um deles também não informa os de julho; índice nacional de homicídios criado - 22/10/2018

Brasil registra 3,4 mil mortes violentas em agosto; já são mais de 34 mil no ano

Por G1

 Mapa mostra as mortes em agosto no Brasil — Foto:  G1

 Pelo menos 3.444 pessoas foram assassinadas no mês de agosto deste ano no Brasil. O número, porém, é ainda maior, já que quatro estados não divulgam os dados.

O índice nacional de homicídios, ferramenta criada pelo G1, permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. Já são 34.305 vítimas registradas nos primeiros oito meses deste ano.

O número consolidado até agora contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

O mapa faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Comente

Reajustes aconteceram oito vezes entre os anos de 2005 e 2017, o que permitiu que o preço da passagem do ônibus crescesse R$ 1,90 no período - 22/10/2018

Gestão de Carlos Eduardo fez preço da passagem de ônibus subir 135%

 Só quem anda de ônibus sabe o que sofreu nas gestões de Carlos Eduardo

 O preço da tarifa de ônibus aumentou 135% ao longo dos quatro mandatos de Carlos Eduardo Alves (PDT) à frente da Prefeitura do Natal. Os reajustes aconteceram oito vezes entres os anos de 2005 e 2017, o que permitiu que a passagem crescesse R$ 1,90 ao longo do período.

O primeiro aumento de Carlos Eduardo Alves aconteceu em 2005. A tarifa passou de R$ 1,30 para R$ 1,45. No ano anterior ao aumento, ele obteve a reeleição ao cargo. Ele havia chegado à Prefeitura em 2002. Carlos Eduardo também aumentou o preço do transporte nos anos de 2006, 2007 e 2008.

Ele deixou o governo com a tarifa em R$ 1,85. Entre 2009 e 2012, o pedetista foi sucedido por Micarla de Sousa. Ela saiu do posto com as passagens custando R$ 2,40.

No retorno dele à Prefeitura, em junho de 2013, a tarifa foi reduzida de R$ 2,40 para R$ 2,20. O decréscimo foi motivado pelas intensas manifestações populares que aconteciam ao longo daquele período.

Em julho de 2014, a passagem foi reajustada para R$ 2,35. Entre os anos de 2015 e 2017, saltou de R$ 2,65 para R$ 3,35. Somente neste período, o aumento total foi de 52%. O reajuste ficou bem acima do que o salário mínimo teve ao longo deste período, cujo ganho real foi de 38,20%. O último reajuste da tarifa de transporte aconteceu em 16 de maio deste ano, pouco mais de um mês após a renúncia de Carlos Eduardo, que decidiu concorrer ao Governo do Estado. O valor da passagem de ônibus hoje é de R$ 3,65.

O impacto do preço do transporte em relação ao salário mínimo é de 17,15%. Como a média mensal é de 23 dias úteis de trabalho, para quem cumpre uma jornada de 40 horas, o gasto com passagens de ônibus será de R$ 167,90.

Em agosto deste ano, o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu um inquérito civil para apurar o suposto pagamento de propina, em forma de doação eleitoral, ao ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves.

Segundo o inquérito, aberto com o número 116.2018.000456, a autorização para o aumento da passagem foi feita em troca de recursos a serem utilizados, em forma de doação eleitoral, para a candidatura de Carlos Eduardo Alves ao Governo do Estado. A investigação está sob sigilo.

Comente

Com investimento de R$ 5,6 milhões, a previsão é que a obra seja entregue em março de 2019 e ficará aberta ao público todos os finais de semana - 22/10/2018

Centro Administrativo de Natal vai virar um novo parque urbano

 Centro Administrativo de Governo vai se transformar em uma opção de lazer

 As obras de reforma no Centro Administrativo vão transformar o espaço em um novo parque urbano. O local será aberto ao público nos finais de semana e feriados para atividades culturais, artísticas, de esporte e lazer. A previsão é de que seja entregue a população em março de 2019.

Com investimento de R$ 5,6 milhões, as obras têm como objetivo recuperar a região que abriga a administração estadual que se apresenta com problemas estruturais. No total são 18 secretarias e órgãos de estado.

Segundo o secretário extraordinário para gestão de projetos e metas do governo, Vagner Araújo, a reforma no centro foi necessária. “O centro foi construído há décadas. Caso não sejam recuperados, poderão ser interditados, pois ameaçam desabar. As chuvas contribuem para alagamentos, impedindo o funcionamento dos órgãos e destruindo equipamentos e documentos importantes”, pontuou.

As obras contemplam a construção de um novo bloco anexo à governadoria e à casa civil, e também drenagem, pavimentação, cercamento, sinalização, iluminação e recuperação de todos os prédios.

O Papódromo é um dos monumentos que está sendo reformado. O local sediou a missa do papa João Paulo II, tendo uma marca histórica. O objetivo é restaurar e preservar para visitação turística e realização de shows e atividades culturais.

Questionado sobre o investimento na reforma em detrimento de outras demandas do estado, Vagner declarou que também estão sendo feitas construções e reformas em todo estado. “Estamos investindo em escolas, hospitais, estradas, viaturas e equipamentos de alta tecnologia para as polícias, reformando o teatro Alberto Maranhão, Fortaleza dos reis Magos, Biblioteca Câmara Cascudo, Palácio da Cultura”, explicou.

Segundo ele, não adianta investir em construções sem antes investir na gestão. “As diretrizes de atuação do Banco Mundial sempre focam na gestão. A lógica é de que não adianta fazer mais hospital, escola, delegacia sem olhar para a gestão. Construir um hospital é fácil. Difícil é mantê-lo funcionando bem ao longo do tempo”, concluiu. Fonte Agora RN.

Comente

Deputado estadual Ezequiel Ferreira, presidente do parlamento estadual, entendeu o que o eleitor disse nas urnas e destaca que “Estado precisa unir as bandeir - 22/10/2018

Fátima recebe apoio do presidente da Assembleia e de mais 70 câmaras

 Federal eleito Benes Leocádio (esq.), Ezequiel Ferreira (centro) e Fátima (dir.)

 A candidata ao Governo do Estado Fátima Bezerra (PT) recebeu uma série de apoios na reta final de sua campanha. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) e presidentes de 70 câmaras municipais, inclusive a de Natal, presidida pelo vereador Raniere Barbosa (Avante), juntaram-se à petista na disputa contra Carlos Eduardo Alves (PDT).

De acordo com Ezequiel, “o Rio Grande do Norte precisa unir as bandeiras”. “Chega o momento de união de forças, definição e decisão. É preciso empenho das lideranças deste Estado. O projeto é o Rio Grande do Norte unido para superar as dificuldades que necessitam de soluções urgentes”, destacou.

Fátima Bezerra se disse fortalecida com a chegada dos novos apoios. Afirmou que reconhece o ato de apoio de Ezequiel, do conjunto de deputados e lideranças que estavam se juntando ao projeto governamental como o mais importante fato político deste 2º turno. “Ezequiel: este ato de coragem nos estimula nesta reta final. Digo com toda sinceridade: estes apoios somam para a busca de soluções para o Estado. Vamos governar em harmonia, serenidade e enfrentando os problemas”, disse.

Se eleita no próximo dia 28 de outubro, Fátima Bezerra terá apoio de dois senadores: Zenaide Maia e Jean-Paul Prates (que deixará a condição de suplente). A petista, que já tinha três deputados federais (Fernando Mineiro, Natália Bonavides e Rafael Motta), passou a contar com Benes Leocádio, que ainda assegurou o apoio dos recém-eleitos deputados estaduais do seu PTC: Eudiane Macedo e Ubaldo Fernandes.

“Fizemos a opção para, juntos, construirmos a vitória. Existem sentimentos que afloram, principalmente numa campanha como esta. Primeiro o respeito a quem votou em mim; depois a lealdade à liderança de Ezequiel Ferreira, que reconheceu em mim o potencial para ser deputado federal e defender a bandeira da municipalidade em Brasília. E, por fim, saber ouvir o clamor da minha região, que me concedeu mais de 18 mil votos e fez a opção por Fátima Bezerra governadora”, disse Benes Leocádio. Fonte Agora RN.

Comente

Atividade será retomada dia 29, em novo endereço - 22/10/2018

Detran suspende atendimento em Assu

 O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) suspende o atendimento na unidade da cidade de Assu, durante o período de uma semana, a partir dessa segunda-feira (22). A suspensão ocorre por causa de uma reforma estrutural na Central de Atendimento ao Cidadão do muncípio.

O Detran de Assú passará a atender provisoriamente na Escola Estadual Poeta Renato Caldas (Caic), localizada na Rua José Tavares Junior, número 95, a partir da segunda-feira (29) até o término da reforma na central.

Os usuários que necessitarem realizar serviços, nessa próxima semana, poderão deslocar-se para as unidades mais próximas, localizadas em Mossoró, Jucurutu e Angicos. Fonte Portal Noar.

Comente

Ação estourou boca de fumo no município e prendeu envolvidos - 22/10/2018

Operação prende sete pessoas e apreende drogas em Assu

 Uma operação das policias Civil e Militar prendeu sete pessoas envolvidas com o tráfico de drogas neste fim de semana no município de Assu, na região Oeste do estado. A ação foi deflagrada na sexta-feira (19) e foi até a manhã desta segunda-feira (22) cumprindo mandados pela cidade.

A ação é um desdobramento da “Operação 60 Horas”, que fechou um ponto de venda de drogas às margens da BR-304, no bairro Parati 2000, na zona urbana da cidade. No local foram apreendidos maconha, crack, cocaína, um revólver calibre 38 e um rádio comunicador que capta a frequência da polícia.

Durante a operação foram cumpridos quatro mandados de prisão, porém durante a ação mais três suspeitos chegaram ao local e foram presos em flagrante. Um deles estava com uma pistola calibre 380 e uma espingarda calibre 12.

 

 

Comente

Para consultar, é necessário acessar a página do participante - 22/10/2018

Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje

Por Agência Brasil

 

 Os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 podem acessar a partir de hoje (22) os cartões de confirmação da inscrição. Para consultar o documento, é necessário acessar a página do participante, onde deve ser colocado o CPF e senha ou baixar em seu celular o aplicativo Enem 2018. A primeira etapa do exame será aplicada no domingo, dia 4 de novembro.

O cartão reúne os dados do estudante, o endereço do local, a data e hora da aplicação da prova, além das informações sobre a língua estrangeira escolhida e recursos de acessibilidade, se tiverem sido solicitados. Caso tenha problema com as informações do cartão ou dificuldade de acesso ao documento, o estudante pode entrar em contato com o MEC pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site do Enem.

Com a entrada em vigor do horário de verão no mesmo dia da primeira etapa do Exame, em 4 de novembro, o Ministério da Educação recomenda que os inscritos fiquem atentos aos horários de abertura e fechamento dos portões dos locais de prova em cada estado.

O MEC recomenda também que o estudante faça antes o trajeto até o local da prova, organizando o planejamento. A sugestão é que os participantes comecem a ajustar o horário de sono e dormir mais cedo uma semana antes do dia da prova.

Confira os horários do fechamento dos portões

No Distrito Federal e nos estados do Espírito Santo, de Goiás, Minas Gerais, do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e São Paulo, os portões abrem às 12h e fecham às 13h.

Nos estados de Alagoas, do Amapá, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, do Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, Rio Grande do Norte, de Sergipe, do Tocantins, os portões abrem às 11h e fecham às 12h.

No Amazonas, em Rondônia e Roraima, os portões abrem às 10h e fecham às 11h. No Acre, os portões abrem às 9h e fecham às 10h, no horário local.

Comente

Enem - 21/10/2018

Enem: estudantes podem confirmar inscrição a partir desta 2ª feira

A partir desta segunda-feira (22), os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 podem acessar os cartões de confirmação da inscrição. Para consultar o documento, é necessário acessar a página do participante, onde deve ser colocado o CPF e senha ou baixar em seu celular o aplicativo Enem 2018. A primeira etapa do exame será aplicada no domingo, dia 4 de novembro.

O cartão contem os dados do estudante, o endereço do local, a data e hora da aplicação da prova, além das informações sobre a língua estrangeira escolhida e recursos de acessibilidade, se tiverem sido solicitados. Caso tenha problema com as informações do cartão ou dificuldade de acesso ao documento, o estudante pode entrar em contato com o MEC pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site do Enem.

Com a entrada em vigor do horário de verão no mesmo dia da primeira etapa do Exame, em 4 de novembro, o Ministério da Educação recomenda que os inscritos fiquem atentos aos horários de abertura e fechamento dos portões dos locais de prova em cada estado.

Para evitar imprevistos, o MEC recomenda que o estudante planeje o trajeto até o local da prova. O ministério sugere também que os participantes comecem a ajustar o horário de sono e dormir mais cedo uma semana antes do dia da prova.

Confira os horários do fechamento dos portões

No Distrito Federal e nos estados do Espírito Santo, de Goiás, Minas Gerais, do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e São Paulo, os portões abrem às 12h e fecham às 13h.

Nos estados de Alagoas, do Amapá, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, Rio Grande do Norte, de Sergipe, do Tocantins, os portões abrem às 11h e fecham às 12h.

No Amazonas, em Rondônia e Roraima, os portões abrem às 10h e fecham às 11h. No Acre, os portões abrem às 9h e fecham às 10h, no horário local.

Comente

Força Tarefa - 21/10/2018

Decreto institui força-tarefa para combate a crime organizado

Na próxima quinta-feira (25), termina o prazo para que 11 órgãos públicos de inteligência, justiça, segurança e defesa indiquem representantes da Força-Tarefa de Inteligência para o enfrentamento ao crime organizado no Brasil.

Conforme o Decreto Presidencial nº 9.527, do último dia 15, a equipe terá como função “analisar e compartilhar dados e de produzir relatórios de inteligência com vistas a subsidiar a elaboração de políticas públicas e a ação governamental no enfrentamento a organizações criminosas que afrontam o Estado brasileiro e as suas instituições”.

As rotinas de trabalho da Força-Tarefa de Inteligência para o enfrentamento ao crime organizado seguirá a Norma Geral de Ação em elaboração e será publicada como portaria da SGI. A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) prestará o apoio administrativo à força-tarefa.

Essa não é a primeira iniciativa do governo para combater o crime organizado. Em julho, o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou a criação de uma Comissão Nacional de Inteligência e Operações contra o crime organizado para combate às facções criminosas que atuam no sistema penitenciário brasileiro.

Em setembro, o presidente Temer instituiu o Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, no Ministério da Justiça, para propor diretrizes para prevenir e conter a violência e a criminalidade. O Conselho é formado por representantes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Desde fevereiro, a segurança pública do estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal.

Agência Brasil

Comente